Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GALIZA UNIDA PORTUGAL



Terça-feira, 27.05.14

O AZNARISMO FAIADO DO SOBRADO FLORENTINISMO (distribuídas 400 folhas às 13h00-14h35 da terça-feira, 27 de maio de 2014 na porta da Bazan, rua Taxonera)


 
Os donos de Portugal chamaram os seus espanhóis amos para invadirem, mais uma vez, Lisboa e dominarem o País, o do Luso, o do filho do Baco, pai este associado à bebedeira. Aznar superior do Florentino, Rajoy superior do Cavaco Silva e todos superiores ao Presidente da República na luz que alumiava 120.000 da cavalaria castelhana e da infantaria madrilena guiados por Alá [Madrid] sem besteiros ingleses, sem sabermos o volume de negócio lisboeta financiado pelo Florentinismo a liderar um consórcio de empresas norte-americanas, inglesas e muita coisa que vai construir na Arábia Saudita coisa muito grande por mais de 7.000 milhões de Euros e também não sabemos quanto mais porque começa em 7.000 e acabará numa quantidade em concordância com as necessidades de financiamento para a COLONIZAÇÃO não apenas da Galiza e Portugal mas também da CPLP, da Ucrânia, da Rússia, da China, o Canal de Panamá e porventura uma nova estação espacial para deitar bombas atómicas ao proletariado «soviético»... O capitalismo financeiro mundial sabe onde começa mas não quer saber onde é que acabará: no SOCIALISMO planetário.

O confronto entre as forças do capitalismo e as forças do socialismo na Europa em domingo, 25 de maio de 2014, ficou de relevo na abafante e deslegitimadora ABSTENÇÃO proletária de rechaço do capitalismo e a sua TIRANIA organizada em União Europeia, rechaço proletário mais acentuado nos países que à força deixaram de ser SOCIALISTAS: Polónia, Eslováquia, Chéquia, Hungria, Roménia... Na Ucrânia, a forçada fraude eleitoral para legitimar o golpe de estado nazi, não parece que tivesse êxito; o aumento eleitoral do nazismo na França, na Inglaterra, na Holanda, na Dinamarca, na Alemanha, na Suécia, na Áustria, na Finlândia, na Grécia tem a mesma legitimidade que na Ucrânia. Em qualquer dos casos, na União Europeia de Capitalistas ou fora dela, não são uns resultados eleitorais que trarão a VITÓRIA do proletariado e das nações sem Independência. Os resultados eleitorais da Syriza na Grécia, do Sinn Fein a norte e a sul da Irlanda, os de ERC na Catalunha, os de Bildu em Euskal Herria [Bildu quer Frente Ampla «eleitoral» com IP e Podemos], e outras não trarão a VITÓRIA do proletariado e a Independência e Reunificação das nações. Os resultados eleitorais no aquém e no além-Minho [BNG-AGE-BE-CDU não querem Frente Ampla galego-portuguesa] não trarão barcos para construir nos estaleiros navais. Os resultados eleitorais não foram uma VITÓRIA dos 27 milhões de pessoas desempregadas e mesmo esfomeadas. Foram uma derrota do feminismo de MACHADO contra 14 milhões de mulheres desempregadas: o machismo do futuro Comissário Canhete, utente de «whisky-club», e o feminismo da candidata do partido do Comissário Almúnia, levam décadas conluiados contra as proletárias e os proletários particularmente contra ASTANO, contra Ferrol e contra a Galiza com resultado de mortes maciças causadas pelo AMIANTO que o ministro Almúnia e o feminismo do seu partido no governo espanhol decretaram para moratória e UTILIZAÇÃO em concordância com os sindicatos maioritários: GENOCÍDIO PROLETÁRIO POR AMIANTO.

TODAS AS PATRANHAS que TODOS contaram acerca da IMPORTÂNCIA e do VALOR DEMOCRÁTICO destas eleições ficarão de relevo no imediato. A DITADURA da União Europeia de Capitalistas INTENSIFICAR-SE-Á e também a GUERRA das forças do capitalismo [Obama retira forças do Afeganistão para as levar onde?] contra as forças do socialismo, DIVIDIDAS, DISPERSAS, CONFRONTADAS. As GIGANTESCAS forças do socialismo na Europa, a GIGANTESCA força do proletariado europeu tem de ser CONJUNTADA para centos de milhões de pessoas, de COMBATENTES, LUTARMOS UNIDAS AO MESMO TEMPO, no mesmo dia, em SOLIDARIEDADE com as Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk, para a sua luta alastrar a Europa, para a derrocada das monarquias e repúblicas e a sua UNIÃO EUROPEIA DE CAPITALISTAS NAZISTAS, para construirmos Repúblicas Socialistas e a sua União de Repúblicas Socialistas Europeias, tudo a meio da INSURREIÇÃO.
 
Em Ferrol, terça-feira, 27 de maio de 2014

COMISSÃO PARA A REUNIFICAÇÃO NACIONAL DA GALIZA E PORTUGAL

Autoria e outros dados (tags, etc)

por galizaunidaportugal às 16:52



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2014

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031