Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GALIZA UNIDA PORTUGAL



Segunda-feira, 12.07.10

GREVE GERAL E O «VIVA-LA-VIRGEM» DE AZNAR

O «Viva-la-virgem» de Aznar não quer a Livre Determinação da Galiza porque os galegos determinariam livremente desfrutar das suas «coisinhas». Impedir-lhe-ia a Aznar, os seus «mantos», fardas, fraques e sotainas, militares, banqueiros e curas, desfrutarem das nossas «coisinhas». Daí o Aznar bradar à virgem para que o salve da GREVE GERAL e lhe tire o medo à INSURREIÇÃO que assustado define como «a crise mais grave de Espanha nos últimos sessenta anos», quer dizer, desde 1.950, XIV ANO TRIUNFAL DA VITÓRIA. Poderíamos acrescentar crise ARTIFICIALMENTE criada por ele e o seu «manto».
Envolvido no «manto» da virgem e no cobertor do Clube Bildelberg para atacar a economia da Galiza, Portugal, Brasil e as seis repúblicas que integram a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, que dizer, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e o Timor Leste, Aznar apela aos MILITARES para salvarem a PÁTRIA AMEAÇADA PELO SEPARATISMO «ROJO» E MAÇÃO, como outros militares dirigidos por John Negroponte salvaram a pátria em Honduras para impedir o avanço ao SOCIALISMO de Zelaia.
O virginal «DETENTE-BALA» de requetés e falangistas, impedirá separatistas desempregados, «rojos» jubilados, mações mileuristas, galegos-quem-no-los-dera [os mil Euros], frente-populistas despejados, republicanos esfomeados e sovietes de soldados humilhados, de ambos os dois luxuriosos sexos, cometerem o grave pecado da GREVE GERAL e os redimirá do ORIGINAL PECADO da INSURREIÇÃO e da cobiça de tomarem e exercerem o poder para alcançarem o céu do SOCIALISMO e se não chegarem tão alto, a RE[IN]SURREIÇÃO dos mortos assassinados por Israel que os da Guarda Revolucionária do Irão irão defender contra submarinos espanhóis aliados com o sionismo como Aznar e ZP que o armam por módico preço.
Graças às prezes de Aznar, a virgem e o Clube Bildelberg obraram o milagre de os herdeiros dos aliados de Hitler a governarem na Hungria contra o SOCIALISMO recuperarem a FALA E A VISTA DA SUA CEGA E MUDA economia CAPITALISTA.
«Santa Maria, Estrela do dia, mostra-nos guia para Deus e nos guia», o «cantante» Aznar, intercedia, para ser elevado ao governo par Deus e como El-Rei da Espanha que adoeceu em Bitória e cuidavam que morresse ende, puseram-lhe de suso o Livro das Cantigas de Santa Maria e foi GUARIDO!, também Aznar quer a ESPANHA GUARIDA, o covil de feras, a cova, o antro de assassinos e ladrões que a Espanha é contra o operariado, as classes trabalhadoras e o galego em sentido pejorativo.
E os milagres do «manto» da virgem que confunde Aznar com o cobertor do Clube Bildelberg é que são infinitos e nunca se acabam: agora Cameron anuncia redução maciça da protecção social na Inglaterra e na Alemanha, Ângela Merkel, Plano de Austeridade; numa palavra, os governos capitalistas atacam, também, o operariado e as classes trabalhadoras da Grã Bretanha e da Alemanha no entanto o chefe dos sindicatos europeus adia a MOBILIZAÇÃO para últimos de Setembro. E na SER, já estão a promover Almúnia e Solana para substituir Zapatero: um Almúnia que «ladra o seu ressentimento pelas esquinas da Comisaria da Concorrência contra ZP» e um Criminoso de Guerra, Solana, que tem mais delito do que o Aznar.
O golpismo no Spanish Kingdom é tão secular, religioso e natural como as orgias toureiras de sangue a conta do sequestro, tortura e assassinato do touro ou o repugnante flamenco cupletista. Tão natural como um «governo de CRISE» de RAJOY (PP)-DURÃO i LHEIDA (CiU) apoiado nos militares e nos narcotraficantes como Laureano Ouvinha, ceivos pelos juízes, para GUERRA SUJA e terror indiscriminado contra a população galega e portuguesa.
Amanhã, 8 de Junho, a greve dos «privilegiados» mileuristas da Administração tem que ser a greve de todo o operariado e as classes trabalhadoras UNIDAS no «privilégio» da redução de salários, aumento dos preços, redução do poder de compra, etc. contra os milionários que nos governam a VIDA.
No entanto Guilherme Vazquez apela a participar em política e à mobilização e Francisco Rodríguez na sua qualidade bipolítica UPG-BNG não responde à questão de por que assinaram em 5 de Fevereiro com A. Rueda o manifesto «Galicia ten direito», nós apelamos para eles CRIAREM onde participar em política pessoas, entidades e instituições, quer dizer, o BNG CRIAR a Assembleia Nacional da Galiza para a derrocada do governo de Feijó e novas eleições livres, limpas e democráticas a meio da INSURREIÇÃO.
Em Ferrol, Segunda-Feira, 7 de Junho de 2010
COMISSÃO PARA A REUNIFICAÇÃO NACIONAL DA GALIZA E PORTUGAL

Autoria e outros dados (tags, etc)

por galizaunidaportugal às 19:41


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Julho 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031