Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GALIZA UNIDA PORTUGAL



Terça-feira, 13.04.10

FERROL CONTRA A CORRUPÇÃO DO PP NA SAÚDE

Na manhã do Domingo, cinco mil pessoas nos manifestávamos pelas ruas de Ferrol contra a CORRUPÇÃO DO PP no governo presidido por Feijó em matéria de SAÚDE, contra a PRIVATIZAÇÃO DA SAÚDE E A CORRUPÇÃO com que os médicos civis e militares se enriquecem a conta da segurança, bem-estar, saúde e vida da população que na Área Sanitária de Ferrol anda pelas duzentas mil pessoas. CORRUPÇÃO sobejamente DENUNCIADA na Pç. de Armas pelo porta-voz dos convocantes e atentamente seguida pelos convocados. CORRUPÇÃO INAUDITA, DESCONHECIDA que, na nossa opinião, cumpre DENUNCIAR E DIFUNDIR ainda mais, chegando às duzentas mil pessoas, para a COMBATER E ACABAR. Nós achamos fundamental DAR VOZ ÀS VÍTIMAS DOS MENGELE DOS SERGAS para a opinião pública saber até que extremo determinados médicos assassinam impunemente sempre ocultados e defendidos pelo governo de Feijó, no SERGAS ou na Junta da Galiza, ou pelo governo de Romay Beccaria na Conselharia de Sanidade ou como tesoureiro do PP para continuar ROUBANDO como Bárcenas ou Pablo Crespo e perpetuar contumazes e impunes O CRIME ELEITORAL QUE LHES DÁ MAIORIA ABSOLUTA e nos espolia a representação democrática. A manifestação sem ser um êxito ESPLENDOROSO e sem ter a assistência maciça esperada, dez mil, porque não se trabalhou suficientemente por algumas das entidades convocantes, foi um êxito, uma BOA MANIFESTAÇÃO, e o foi porque a convocatória era UNITÁRIA e defendia o PÚBLICO o qual aplicado à DEFESA DE ASTANO pode e deve dar resultados mobilizadores de ÊXITO E EFICÁCIA.
A DEFESA DE ASTANO precisa convocatórias UNITÁRIAS para o estaleiro naval ser GALEGO, PÚBLICO E DO OPERARIADO e não alianças contra natura. As alianças naturais, a alavanca que levantou três GREVES GERAIS na Galiza, foram as VÍTIMAS DA RECONVERSÃO, O OPERARIADO DE ASTANO. Assembleias do operariado de ASTANO para defender e recuperar o estaleiro naval, isso tem que ser o FULCRO da nossa atividade; porque o governo espanhol, o galego, a UE estão determinados a que ASTANO permaneça fechado per onmia secula seculorum, vejam: em 23 de Fevereiro de 2010, comemorando o golpe da Guarda Civil de Tejero, o juiz ÚNICO, o holandês Egbert Myjer, do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos declarou em espanhol «INADMISIBLE» a queixa apresentada por Manuel Lopes Zebral em 27 de Outubro de 2006 para ASTANO GALEGO, PÚBLICO E DO OPERARIADO. O juiz holandês «no observa violación de los derechos y libertades garantizados por el Convenio y sus Protocolos» no CRIME DA RECONVERSÃO DE ASTANO porque está BEM PAGADO PELO GOVERNO DE ZP COM O CONCURSO DO PP. Eis é até onde a CORRUPÇÃO DO REINO DA ESPANHA CHEGA.
Por isso reiteramos uma e outra vez que a GALIZA UNIDA E MOBILIZADA é capaz de tudo mesmo da derrocada do governo corrupto de Feijó e novas eleições livres, limpas e democráticas e de obrigar o governo espanhol, o galego, a UE, o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos e o mundo todo para RESPEITAREM OS DIREITOS DA GALIZA nomeadamente o direito de INSURREIÇÃO para o que podes contribuir assinando e difundindo
www.peticao.com.pt/direitos-da-galiza.
Em Ferrol, Terça-Feira, 13 de Abril de 2010
COMISSÃO PARA A REUNIFICAÇÃO NACIONAL DA GALIZA E PORTUGAL

Autoria e outros dados (tags, etc)

por galizaunidaportugal às 18:59


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Abril 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930