Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GALIZA UNIDA PORTUGAL



Quinta-feira, 02.07.09

DESCOBERTA A FRAUDE DA «VITÓRIA» DO PP (distribuídas 300 folhas às 13 h. da Quinta-Feira, 11 de Junho de 2009 na porta da Bazan, rua Taxonera)

O que levamos anos denunciando CONFIRMOU-SE, a banda de malfeitores que integram o PP dirigida por almirantes e generais golpistas foi longe de mais e ficou ao DESCOBERTO na sua permanente CONSPIRAÇÃO (dito por José Blanco), SABOTAGEM E GOLPISMO: A FRAUDE ELEITORAL que perpetram para CANTAR VITÓRIA alcançou nem mais nem menos que à Vicepresidenta do governo espanhol cujo voto e todos os do PSOE em Beneixida (Valência) foram para o POSI; nós achamos que mais de um 5 % de esses votos do PSOE foram para o PP. O de Beneixada não é uma anécdota porque responde ao mesmo quadro da MACRO-FRAUDE que começa a ser denunciada por Iniciativa Internacionalista-Solidariedade dos Povos, a coligação do BNG e muitas outras pessoas que puseram em prática o nosso apelo de COMBATER E EVITAR A FRAUDE FRANQUISTA DO PP que, aliás, VIOLA A VONTADE POPULAR.
Na nossa opinião, o apelo de Rajoy à vitória eleitoral do PP «POR QUALQUER MEIO», responde a um plano predeterminado e desenhado pelo militar Estado Maior do PP de implementar mecanismos de micro-fraude em todas as mesas onde se puder, muitas, para obter a MACRO-FRAUDE que o Ministro do Interior, Perez Rubalcaba, CONSENTE, PROIBINDO O CONTROLO DEMOCRÁTICO na recontagem dos votos. Eis o que tem que preocupar os quadros, sobretudo o eleitorado, do PSOE para encontrarem explicação ao acontecido na Catalunha, Madrid, Valência, Galiza, Andaluzia, Extremadura, etc. O do PSOE não foi um resultado DIGNO, não, FOI A INDIGNIDADE DA FRAUDE, FOI A VIOLAÇÃO DA VONTADE POPULAR, CONHECIDA E CONSENTIDA, por ventura pactuada como o Fundo de Resgate Financeiro da INFINITA LADROÍCE E CORRUPÇÃO dos banqueiros do PP sem que ASTANO receba um triste Euro, tudo o contrário, Juan Pedro Gomez Jaén oficializa perdas de Navantia em 2008 de mais de 50 M€ porque «o AUMENTO da construção naval no mundo subiu os preços da industria auxiliar» sem nos contar se isso significa ROUBAR E SAQUEIAR o nosso trabalho, as nossas riquezas, os nossas verbas públicas para que Florentino com MAESSA, MONCOBRA, Entrecanales com ACCIONA, etc. A IMPUNE Armada espanhola (arquivado o CRIME da fragata Extremadura), a Armada e o governo australiano e a Rainha Mãe do United Kingdom, a Austrália e a Commonwealth, desfrutem de PLÁCIDOS LUCROS «sub invicto hispanorum duce Francisco Franco Vaamonde».
Tudo abrangendo a DELINQUÊNCIA dos directivos da BURGEN em Culheredo, os de Caramelo, Leite Pascual, Rio, etc. o padeiro de Gandia com escravo boliviano sem um braço e por fim a PIRATARIA E TIRANIA do empresariado das Indústrias Auxiliares dos estaleiros navais da Ria de Vigo que às 10 h. de hoje propiciavam 20 horas de INDIGNIDADE sindical inspirada na palavra de ordem: CALMA! no entanto o proletariado viguês saia à rua para se manifestar. Os que perdiam a CALMA eram Feijó e seus RACISTAS que acusavam de «BATASUNIZAÇÃO» as pessoas a defendermos a língua galega e não só, tão certos do «TERRORISMO» de BNG-PSOE que Pilar Rojo, presidenta do Parlamento galego, IMPEDIU a palavra do deputado Aymerich aquando denunciava a exploração COLONIAL exercida pelo Conselheiro-Empresário-PIRATA, Jabier Guerra na Galiza e PORTUGAL, palavra maldita que desata a fúria do RACISMO espanhol do governo de brancos para um país de negros galego-portugueses! porque o RACISMO para além de CEGO É ASSASSINO: vejam como um segurança NEGRO é assassinado por um RACISTA de oitenta anos dirigido por Dick Cheney e o Partido Republicano e como Nicarágua combate o RACISMO genocida dos descendentes dos espanhóis no Peru, Alan Garcia, contra indígenas INSURRECTOS guardando um seu líder na sua Embaixada de Lima.
O alvo do RACISMO ESPANHOL DO PP é a nossa língua galega, IDÉNTICA do português, que há que ASSASSINAR, EXTERMINAR, CARNIFIÇAR porque nos querem ANALFABETOS sem poder COMUNICAR, DIVIDIDOS, dos nossos irmãos e irmãs portugueses para mais e melhor ROUBAR E SAQUEIAR o nosso trabalho e as nossas riquezas, a nossa nação. Daí a necessidade da UNIDADE proletária galega, galego-portuguesa e não apenas.
Nós apelamos para o proletariado português e o da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, as suas organizações e instituições para se dirigir ao governo RACISTA ESPANHOL NA GALIZA manifestando SOLIDARIEDADE com a nossa língua galega e, sobretudo, com as pessoas que a utilizamos, a maioria da população galega e porque a Galiza está em EMERGÊNCIA nacional apelamos para constituirmos a Assembleia Nacional da Galiza para a DERROCADA de Feijó & RACISTAS S.A. a meio da INSURREIÇÃO.
Em Ferrol, Quinta-Feira, 11 de Junho de 2009
COMISSÃO PARA A INSURREIÇÃO NACIONAL DA GALIZA E PORTUGAL

Autoria e outros dados (tags, etc)

por galizaunidaportugal às 18:56



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031