Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GALIZA UNIDA PORTUGAL



Quinta-feira, 25.01.07

COMPORTAR-NOS COMO UMA NAÇAO LIVRE (distribuidos 400 às 5,45 h. da quinta-feira, 25 de janeiro de 2007 na porta da Bazan)

Não é a mensagem que transmitem no caso do Estatuto de Autonomia e, sobretudo, no caso de ASTANO, o presidente da Junta de Galiza, o Vice-presidente, o Conselheiro de Indústria, o BNG e o PSOE com grande alegria dos conspiradores, sabotadores e golpistas do PP, REITERANDO PATRANHAS já ensaiadas desde há muitos anos contra ASTANO; mais uma vez TODOS UNIDOS CONTRA ASTANO com uma sanha digna de melhor causa se a empregassem contra os inimigos da Galiza porque a sanha contra ASTANO e Ferrol, também é SANHA CONTRA A GALIZA.
Este panfleto, que quer ser a VOZ VÍTIMAS da Reconversão, é o Davide contra o Goliat dos média (La Voz do filho predilecto!!!, Diario de Ferrol, El País, etc.) que nesta QUESTÃO DE ESTADO, que alcança a El-Rei, que dura décadas, que é ASTANO, servem o seu Amo como vêem fazendo desde «Astano, um gigante com os pés de barro» de F. Varela publicado em La Voz em 1984.
MENTE Martínez Robles, presidente de uma SEPI integrada no Ministério de Economia e Fazenda onde um EXPERTO ex-Comissário de Assuntos Económicos da Comissão Europeia guarda SILÊNCIO, como guardam silêncio o Ministro de Trabalho, o Ministro de Indústria, o Presidente Zapatero, a Vice-presidenta Mª Teresa Fernández de la Vega e El-Rei, culpável –e culpáveis– da situação de ASTANO.
O investimento de AENA, com o concurso do Ministério de Fomento, em Madrid entre 1985 e 2004, foi o 54,32% do total no estado, Madrid às ordens ministeriais recebe muito do investimento que nos corresponderia à Galiza, o qual demonstra a discriminação à que nos submetem, sobretudo porque ASTANO, no contexto actual de demanda mundial de construção de transporte marítimo, com os pertinentes investimentos, POSTO A TRABALHAR, daria BENEFÍCIOS os próximos quinze anos e mesmo mais.
González Vinhas de Barreras ameaça com se ir embora para o Viet Nam, a China, a Índia; por que não para a Coreia do Sul ou a Rússia?.
A participação da Junta de Galiza no projecto de ESTALEIROS NAVAIS DA GALIZA-FENE DIRIGIDO E GERIDO pelo próprio operariado FACILITARIA MUITÍSSIMO E VIABILIZARIA o projecto ESTRATÉGICO que é ASTANO para a Galiza SE COMPORTAR COMO UMA NAÇÃO LIVRE, não escrava.
MENTE Fernando Blanco a respeito dos seus COMPROMISSOS, e não é o ÚNICO. Os compromissos do Conselheiro de Indústria, os do Vice-presidente Anjo Quintana e os do BNG foram feitos públicos na página 24 de El País e La Voz em 14 de Junho de 2005 (revejam a hemeroteca): «Quintana defendió...una empresa PÚBLICA GALLEGA para potenciar el sector naval [Astano e Bazan] y la implicación de antiguos trabajdores en el diseño de esas políticas»; Instituto Galego de Desenvovimento sediado em Ferrol; Quintana em FIMO, 800 pessoas, Ana Vérez, Angela Bugalho, F. Blanco-Endesa: «JURO perante vós que não volverá haver outra reconversão»; Quintana, que criticou duramente Zapatero, lhe reclamou as competências para a Junta de Galiza gerir os estaleiros navais PÚBLICOS de Astano e Bazan. É uma pena, é uma vergonha MAS MENTEM. Eis o nosso repto: se tendes uma pinga de AMOR PELA VERDADE E PELA NAÇÃO, Ana Vérez, Angela Bugalho, F. Blanco e todas as pessoas que assististedes ao mitim da FIMO em 13 de Junho de 2005, FAZEI PÚBLICO o compromisso que ali se tomou porque RECTIFICAR É DE SÁBIOS E SÁBIAS.
COMPORTAR-NOS COMO UMA NAÇÃO LIVRE É EXERCERMOS O DIREITO DE INSURREIÇÃO.
(
http://galizaunidaportugal.blogspot.com) Em Ferrol, quarta-feira, 24 de Janeiro de 2007
COMISSÃO PARA A REUNIFICAÇÃO NACIONAL DA GALIZA E PORTUGAL

Autoria e outros dados (tags, etc)

por galizaunidaportugal às 12:17



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2007

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031