Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GALIZA UNIDA PORTUGAL



Quinta-feira, 22.01.09

O «SONHO AMERICANO», O PESADELO DA HUMANIDADE (distribuídas 300 folhas às 13,00 h. da Quinta-Feira, 22 de Janeiro de 2009 na porta da Bazan)

O «I have a dream» de Martin Luther King foi o pesadelo do seu assassinato, CRIME DE ESTADO, como o de Malcom X, o dos Kennedy, o do sueco Olof Palme e antes o pesadelo da prática desaparição, pela via do EXTERMÍNIO, DO GENOCÍDIO, da população da República Iroquesa e outras populações que se integravam no território atacado, invadido e ocupado pelos ianques a meio dos «caminhos-de-ferro» e o Sétimo de Cavalaria; o «sonho americano» alastrou pelo Planeta para ser o pesadelo da Humanidade genocidada nas guerras sujas e limpas, nas declaradas e nas não declaradas, nas convencionais e nas atómicas, nas acabadas e nas não acabadas como a da Coreia, nas guerras dos corpos armados do «sonho americano» dirigidos por John Negroponte ou não. O bíblico «sonho americano» com clamores, louvores, cantos e prantos por Israel genocidou mais de 400 «terroristas» crianças palestinianas em Gaza desde o Sábado, 27 de Dezembro de 2008 até o 19 de Janeiro de 2009, um dia antes de Barak Hussein Obama, na cerimónia do seu juramento como presidente dos EUA, nos presentear com o discurso de um pastor evangelista contrário ao aborto e a outras contrariedades bíblicas do «sonho americano» acordado há mais de meio século e com armamento atómico em Israel, Oh! Jerusalém, para atacar os povos das Nações Unidas assassinando Sérgio Vieira de Mello no Iraque, e, bem despertos, a cantarem salmos, os atacaram, também, em Gaza, serviços que, cerimonioso, Barak Hussein agradeceu a Bush e Dick Cheney, (...) presentes!
Só que algumas pessoas contrariadas e contrárias a tanto «sonhar» cobríramos o peito com as cores vermelha, verde, branca e preta da bandeira palestiniana para as mostrar o próprio Sábado, 27 em locais tão PÚBLICOS como o jogo de futebol da Galiza com o Irão, e começar a DERROTAR os «perros da guerra» de Israel, derrota UNIVERSAL que culminou em Compostela ao meio-dia do Domingo, 18 de Janeiro de 2009 em que a Galiza se mobilizou INDIGNADA contra o HOLOCAUSTO palestiniano; manifestação cuja IMPORTÂNCIA definiu a besta sionista do embaixador em Madrid de Israel ao tentar ocultá-la, opacá-la ou a diminuir convocando ele próprio o nacional-socialismo espanhol com alguns do PSOE para se manifestarem em favor do GENOCÍDIO de mais de 400 crianças palestinianas com grande destaque mediático sem que as autoridades pertinentes PROIBISSEM a apologia do TERRORISMO sionista, o pior do mundo; na nossa opinião, a nutrida assistência à manifestação de Compostela é mais uma mostra da potência mobilizadora da cidadania da GALIZA UNIDA que se multiplicaria se criarmos a ASSEMBLEIA NACIONAL DA GALIZA para defendermos os direitos que as leis internacionais lhe reconhecem ao povo galego, dentre eles o de livre determinação, recolhido no artigo 1º do Protocolo Fundacional do Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos cujo incumprimento da parte do Reino da Espanha nós colocamos dentre os dias 5 e 9 de Janeiro a meio de escrito perante as embaixadas de 42 países, da presidência da República portuguesa e da CPLP em Lisboa para agirem em nosso favor particularmente no que diz respeito a não privar ao povo galego dos seus meios de subsistência (artigo 1.2 do PFPIDCP) como é o caso da PROIBIÇÃO de construir navios em ASTANO que dura 25 anos, um quartel de século; a DELINQUÊNCIA PLANETÁRIA, na que se integra Neelie Kroes, torna LEGAL na Coreia do Sul o que é ILEGAL na UE: os auxílios estatais à contratação e construção nos estaleiros navais, porque os interesses pessoais da Sra. Kroes e os interesses da Holanda presumivelmente determinem a hegemonia mundial da Daewoo, a Hyundai e a Samsung, por sua vez a hegemonizarem estaleiros navais na Roménia, na China e no Viet Nam, tudo contra ASTANO E LISNAVE, tudo contra a Galiza e Portugal, situação à que chegamos mercê aos Expedientes de Regulação de Emprego, EREs, aceites pelos sindicatos nomeadamente Ignácio Fernández Tojo que desde o de 1980 na FENYA (FERROL) começa o seu curriculum para três decénios depois ser elevado pelo Deus CAPITALISMO ao governo de CCOO para impedir que manifestações operárias como a de Saragoça do Domingo, 18 de Janeiro, de 35.000 pessoas contra os EREs, contra ele e o seu curriculum se tornem em greves gerais INSURRECIONAIS que determinem o poder proletário que acabe com a monarquia imposta por Franco, as suas forças armadas, a Igreja, Juízes e outras ervas mobilizadas para o PP a meio da FRAUDE ter maiorias absolutas e/ou outros favoráveis resultados nas eleições autonómicas da Galiza e de Euskal Herria em 1 de Março e na europeias do mês de Junho; tudo obríga-nos a reiterar o apelo para a GALIZA UNIDA E MOBILIZADA, nomeadamente a juventude, a meio da ASSEMBLEIA NACIONAL DA GALIZA, concentrar o voto no BNG. Em Ferrol, Quinta-Feira, 22 de Janeiro de 2009
COMISSÃO PARA A REUNIFICAÇÃO NACIONAL DA GALIZA E PORTUGAL

Autoria e outros dados (tags, etc)

por galizaunidaportugal às 18:56

Quinta-feira, 22.01.09

A DELINQUÊNCIA PLANETÁRIA: OS CRIMES DE GUERRA IMPUNES DO SIONISMO (distribuídas 320 folhas às 13.00 h. da 3ª F, 30 Dezembro 2008 na porta da Bazan)

«Estarrece e estremece o facto e o número de pessoas palestinianas que são sacrificadas pela apavorante crueldade da ortodoxia sionista de Israel, a mais terrível peste e desgraça dos nossos tempos, tão orgulhosos dos seus progressos para o genocídio alentado e consentido a meio da GUERRA regular, a guerra dos ricos».
Assim NÃO falou Rouco Varela porque ele e o Vaticano, o Papa, estão a fazer campanha para que em 1 de Março de 2009, a força espanhola RACISTA E NAZISTA que é o PP, tenha, a meio da secular FRAUDE, maioria absoluta nas eleições galegas que se celebrarão dezanove dias depois das sionistas; a coincidência Vaticana e Sionista para começar o ataque não é, na nossa opinião, por acaso embora se OCULTEM as eleições do 1 de Março na Galiza destacando as do 10 de Fevereiro em Israel. Se pensam que se reuniram, conspiradores, a besta sionista que ocupa a embaixada de Israel em Madrid, o seu colega norte-americano e o colega dos dois, Rouco Varela, com certeza, acertarão.
Temos dito do dever de esperarmos o pior de Bush e as suas bandas bíblicas de delinquentes planetários em actividade SECRETA, CLANDESTINA, DISFARÇADA, ao estilo nazista mais clássico de guerra suja e terrorismo de estado contra a Humanidade nomeadamente a proletária, que o REMÉDIO do Internacionalismo Proletário como o dos que vieram morrer para defender a República espanhola continua a ser referente universal e em Gaza e que EXIGIR as frotas aeronavais do mundo, a começar pela espanhola com Garat à cabeça, se concentrarem na costa de Gaza para OBRIGAR Israel a cumprir as leis internacionais e o DESARMAR, achamos que é elementar para a PAZ mundial.
Em qualquer caso pensamos que Israel e as bandas bíblicas da delinquência internacional dirigidas por Bush serão derrotadas como lhes aconteceu no sul do Líbano e apelamos para a MOBILIZAÇÃO solidária com o povo palestiniano para acabar com o seu HOLOCAUSTO.
Em Ferrol, Terça-Feira, 30 de Dezembro de 2008
COMISSÃO PARA A REUNIFICAÇÃO NACIONAL DA GALIZA E PORTUGAL

Autoria e outros dados (tags, etc)

por galizaunidaportugal às 18:42


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2009

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031